Artículo

Validade de constructo da escala Experiences of Discrimination em uma população brasileira

| | | | |
Resumen

Um dos instrumentos mais utilizados na pesquisa epidemiológica sobre discriminação é o Experiences of Discrimination (EOD), utilizada no Brasil, porém não validado. O objetivo foi avaliar a confiabilidade e estrutura dimensional da escala EOD em uma população brasileira. Foi conduzido um estudo transversal com 1.380 adultos da cidade de Salvador, Bahia, Brasil. Realizou-se análise fatorial confirmatória (AFC) testando um modelo de dois fatores: experiência de discriminação e preocupação por discriminação. Os resultados da AFC mostraram parâmetros satisfatórios de ajuste, elevadas cargas fatoriais e valores adequados de confiabilidade, confirmando a consistência interna da escala. Identificaram-se correlações residuais envolvendo itens de ambos os fatores. A estrutura dimensional apresentada neste estudo destaca a importância de utilizar diferentes medidas de discriminação – interpessoais e grupais – que permitam em estudos futuros aprofundar nos efeitos do racismo sobre a saúde.

Palabras clave
Racismo
Análisis Factorial
Estudios de Validación
http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

Esta obra se publica con la licencia Creative Commons Attribution 4.0 International (BY 4.0)

item.page.license
Imagen en miniatura